Educando os Jovens

Os Direitos das Crianças

A criança tem o mesmo significado da continuação da humanidade como uma semente tem para a continuação e multiplicação da floresta. Pessoas que negligenciam suas crianças decaem gradativamente e aqueles que as abandonam para uma cultura alheia se arriscam a perder a sua identidade.

As crianças constituem a parte mais produtiva de uma sociedade após cada trinta ou quarenta anos. Aqueles que ignoram suas gerações mais jovens devem considerar quão importante é o elemento da própria vida da sua comunidade que estão desrespeitando, e então estremecer.

Os vícios observados na geração de hoje, a incompetência de alguns administradores e outros problemas sociais são resultado direto das condições prevalecentes trinta anos atrás e o tempo da elite dominante. Do mesmo modo, os encarregados de educar os jovens de hoje são responsáveis pelos vícios e virtudes que aparecerão daqui a trinta anos.

Aqueles que querem assegurar seu futuro devem aplicar com muita energia a criação de suas crianças como se dedicam a outros problemas. Enquanto a energia dedicada a muitas outras coisas passa em vão, o que é gasto para educar uma geração jovem os eleva a um grau de humanidade. Tais pessoas são como fonte inesgotável de renda.

As pessoas em nossa sociedade que são miseráveis e perdidas, como viciados em drogas, alcoólatras e outras pessoas dissolutas, já foram crianças. Falhamos em educá-las adequadamente. Pergunto-me se estamos suficientemente conscientes do tipo de pessoas que estamos preparando para andar por nossas ruas de amanhã.

Há comunidades que prestam muita atenção à instituição da família e à educação dos seus jovens. Comunidades que negligenciam a instituição da família e a educação dos jovens serão esmagadas pelas implacáveis rodas do tempo, não importa o quão avançadas estão em ciência e tecnologia.

Pin It
  • Criado em .
Direitos de autor © 2021 Site da Fethullah Gulen. Todos os direitos reservados.
fgulen.com é o site oficial do Fethullah Gülen. Todos os direitos reservados.