O Jihad Com Seus Maiores ou Menores Tipos ou Aspectos

(O  jihad é um dos assuntos mais mal entendidos tanto pelos ocidentais como pelos muçulmanos. Fethullah Gülen analisa esse tópico em seu livro I’la-yi Kelimetullah Fij Jihad” (Glorificando o Nome de Allah com o Jihad) e, em resposta, ele responde a uma questão específica. O seguinte esclarece o seu ponto de vista, explicado em seu livro).

QUE É O JIHAD?

Derivada da raiz jahada,  jihad significa usar todas as forças, bem como mover-se na direção de um objetivo com todos os poderes e forças e resistir a todas as dificuldades.

O Jihad ganhou uma característica especial com o advento do Islam: lutar pela causa de Allah. Essa l uta ocorre em dois fronts: o interno e o externo. O interno pode ser descrito como o esforço de se atingir a própria essência; a externa é o processo de capacitar alguém de atingir a sua essência. O primeiro é o  jihad maior; o segundo é o  jihad menor. O primeiro está baseado em sobrepujar os obstáculos entre a pessoa e a sua essência, e a a lma alcançar o  conhecimento e certamente o c onhecimento divino, o amor divino e a bênção espiritual. O segundo está baseado em remover os obstáculos entre as pessoas e a f é para que as pessoas possam ter o  livre arbítrio de adotar um método.

TIPOS DE JIHAD

O jihad  menor não significa lutar em campo de batalha exclusivamente. Na realidade, o  jihad menor possui tão amplos significados e aplicações que algumas vezes uma palavra ou silêncio, um franzir o cenho ou um sorriso, deixar ou participar de uma assembléia -resumindo, tudo que feito por amor a Allah- e regular o amor e o ó dio de acordo com a aprovação de Allah estão incluídos nele. Dessa forma, todos os esforços feitos para se reformar a s ociedade e as pessoas fazem parte do  jihad, como é qualquer esforço feito pela f amília, pelos  parentes, pelos vizinhos e pela região.

Num sentido, o  jihad menor é material. O  jihad maior, porém, é conduzido no front espiritual, por ser a nossa l uta com o nosso mundo interior e o ego (nafs). Quando ambos são levados a cabo com sucesso, o equilíbrio desejado é estabelecido. Se um é perdido, o equilíbrio é destruído. Os crentes encontram paz e vitalidade nesse equilibrado  jihad.

Há tantas estradas que levam a Allah quanto há criaturas. Allah conduz aqueles que se empenham pela Sua causa em uma ou mais dessas estradas. Ele abre cada estrada para a benevolência e a protege das estradas da maldade. Todos os que encontram Sua estrada encontram a estrada do meio. Da forma como as pessoas seguem a estrada do meio quanto ao ó dio, à  inteligência e à l uxúria, seguem a estrada do meio quanto ao  jihad e à a doração. Isso significa que Allah orienta a humanidade para a senda da salvação.

O  jihad menor é o preenchimento ativo dos mandamentos de Allah; o  jihad maior é proclamar g uerra ao nosso ego destrutivo e às emoções e pensamentos negativos (isto é, malícia, ó dio,  inveja, egoísmo, orgulho, a rrogância e pompa), que nos vedam atingir a perfeição. Como isso é muito difícil, é chamado de  jihad maior. Aqueles que falham no  jihad maior falharão no  jihad menor.

Aicha (radhiyalláhu ‘anha) relatou:

Uma noite o Mensageiro de Allah (sallalláhu alaihi wa sallam) perguntou: “Aicha, posso passar esta noite com o meu Senhor?” (Ele era refinado o suficiente para pedir tal permissão. Nobreza e refinamento eram aspectos importantes de sua grandeza). Respondi: “Ó  Mensageiro de Allah, gostaria de estar consigo, mas eu gosto mais do que você gosta.” O Profeta fez ablução e começou a orar: “Na criação dos céus e da terra e na alternância do dia e da noite há sinais para os sensatos.” (3:190). Ele recitou o versículo e derramou lágrimas até o amanhecer.1

Isso mostra a profundidade interna do  jihad maior do nosso  Profeta.

O  jihad é o equilíbrio das conquistas internas e externas. Alcançando a perfeição espiritual e ajudando os outros a fazê-lo são pontos de consideração. Atingir a perfeição interna é o  jihad maior: ajudar outros atingir isso é o  jihad menor. Quando você separa um do outro, o  jihad não é mais  jihad. A indolência nasce de um e a anarquia de outro. Quão felizes são aqueles que buscam um meio de salvação para os outros da mesma forma que o fazem para si. Quão felizes são aqueles que se lembram de se salvar enquanto salvam aos outros!

Pin It
  • Criado em .
Direitos de autor © 2021 Site da Fethullah Gulen. Todos os direitos reservados.
fgulen.com é o site oficial do Fethullah Gülen. Todos os direitos reservados.